Lágrimas e sorrisos…

16 07 2007

Perdemo-nos, procuramo-nos e reencontramo-nos. Tal como um ciclo de vida, cada uma destas etapas tinha de acontecer para dar lugar à seguinte. E não há nada que o possa impedir. É tal e qual como a areia que escorre entre as mãos quando a água do mar a arrasta. Embora possamos sempre tentar segurá-la, temos a consciência de que ela irá escapar-nos. Mas é essa a minha vontade. Quero segurá-la. Mesmo com o risco de ela escapar-se entre os dedos. Quero tê-la. Mesmo que por breves momentos. Pois, por mais breves que sejam, conservá-los-ei como se fossem eternos. Não podemos voltar atrás, eu sei. Talvez por isso guardamos todos os momentos, os bons e os maus e recordamo-los de vez em quando. Aprendi, com algum sofrimento, que a vida tem de ter grandes e pequenas tristezas, da mesma forma que precisamos de ter grandes e pequenas alegrias. Há grandes tristezas que poderiam ter sido alegrias, enormes alegrias. Mas o nosso rumo é este. É aquele que escolhemos. Podemos alterá-lo a cada momento, a qualquer instante, se assim o entendermos. Mas, independentemente do caminho que optemos, vamos continuar a chorar e a sorrir, porque a vida dos homens é feita de lágrimas e de sorrisos, muitas vezes, na proporção que cada um quer ou escolhe.


Actions

Information

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s




%d bloggers like this: