Uma vela ao vento

23 08 2007

candlevela.jpg 

Hoje acendi uma vela. Não sei bem porquê. Não estava a pensar em nada quando a acendi. Não estava a pedir nada. Não queria nada. Acendi-a por acender. Depois, reclinei-me a contemplar a sua chama. Como se pudesse ver algo mais para além do fogo. A janela aberta fazia com que a chama baloiçasse ao vento. E dei por mim a contemplar a vela ao vento. Uma vela ao vento. Dei por mim apreciando a chama que dançava à minha frente. Trémula, como se tivesse medo, mas reluzente, transbordando esperança. Dizem que o acto de acender uma vela é sinal de esperança, de fé, de amor. Se calhar, inconscientemente, foi isso que me levou a acender uma vela hoje e deixá-la, assim, ao vento.


Actions

Information

3 responses

23 08 2007
CM

A vela ou a luz aproxima-nos de Deus e das coisas boas que Ele nos proporciona.

24 08 2007
João

Com uma vela se vai longe, desde que consiga-mos mantê-la acesa. As velas são como nossa vida, tanto podem estar acesas muito tempo como apagarem-se para sempre.

5 09 2007
Carmen Rodrigues

A luz tem um efeito espectacular sobre nós. Talvez por receramos tanto as trevas e aquilo que a elas está associado. A luz guia-nos, dá-nos ânimo, reconforta-nos ao anoitecer e deixa-nos ver as coisas sempre que o sol nos abandona.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s




%d bloggers like this: